Rotas do Dragão no Guarujá

Pensando sempre em estimular o turismo e visando os milhões de visitantes que passam pela cidade todos os verões, a Secretaria do Turismo da Prefeitura de Guarujá criou um projeto há alguns anos para facilitar a vida de quem decidir passar as férias ou o final de semana na cidade e, assim, já aproveitar para apresentar com mais clareza as opções de atividades culturais, históricas e naturais que existem por lá.

Dez rotas diferentes foram organizadas e criadas pensando na melhor forma da qual os visitantes poderiam desfrutar de todos os cantos da cidade, que fica a cerca de 90 km da cidade de São Paulo. As rotas podem durar de 3 a 9 horas e são divididas em níveis de dificuldade baixo, moderado e alto. Está se perguntando por que o nome “Rotas do Dragão”? Bem, é só dar uma conferida no mapa do Guarujá visto de cima que será fácil de entender. A forma da ilha lembra perfeitamente a de um dragão.

Começando pelas rotas de baixo nível de dificuldade, destaca-se a Rota Bandeira Azul, que leva esse nome por conta da Praia do Tombo, paraíso dos surfistas, sendo uma das únicas praias do Brasil a receber o selo internacional Bandeira Azul, pela qualidade das águas e infraestrutura aos banhistas. A rota inclui também o Forte dos Andradas e o Mirante do Morro da Caixa D’água. A Rota Águas Iluminadas concentra a visitação às principais praias, sendo elas: Praia do Tombo, Pernambuco, Enseada e Pitangueiras.

1.6.rota.praias.guaruja

Depois de fazer uma das rotas focadas na natureza, uma ótima opção pode ser partir para a Rota Paraíso das Compras, começando pelo Comércio Popular de Vicente de Carvalho, que lembra muito a famosa Rua 25 de Março, da capital. Depois, a rota indica passar também pelas tradicionais feirinhas de artesanato das Astúrias e das Pitangueiras. Já a Rota Águas da Enseada pode ser perfeita para quem estiver com a criançada. Essa opção sugere a visitação a um dos maiores aquários da América Latina: o Acqua Mundo, situado na Praia da Enseada.

Os mais aventurosos e amantes das trilhas vão adorar as rotas de nível de dificuldade moderado e alto. A Rota Ruínas Caiçaras junta natureza e história, passando pela Armação das Baleias, local onde era extraído o óleo dos mamíferos séculos atrás, e pelas ruínas da Ermida de Santo Antônio de Guaibê, uma simples capela do século XVI que ficou famosa pela frequente presença do Padre José de Anchieta. No final, o passeio ainda proporciona um mergulho nas águas da Praia Branca e Perequê. Essa é considerada de nível moderado.

E para aqueles que estiverem a todo o vapor, as últimas 2 rotas de nível de dificuldade alto são diversão garantida. A Rota Branca e Preta, como o próprio nome já diz, passa pelas praias Branca, Preta e também pela Camburi. Essa é uma ótima opção para observar a fauna e a flora da Mata Atlântica. Já a Rota Cachoeira do Camburizinho faz a famosa Trilha Alta, conhecida pelas subidas íngremes e longa duração de caminhada. No final, os turistas podem escolher seguir para a Praia do Camburizinho ou para a cachoeira.

1.6.cachoaieracamburizinho guarujá

Maiores informações sobre todas as 10 Rotas do Dragão podem ser encontradas diretamente no site da Prefeitura do Guarujá.

http://www.roteirodeturismo.com.br/hoteis-e-pousadas/sao-paulo/guaruja/

Anúncios